Pesquisa personalizada

#MCC - Calmaria - Alexandre Privato

#MCC - Diego Fernandes - Sigo o Leão da Tribo de Judá

MCC - Músicos Cristãos Católicos recomenda:

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Música católica para poucos


Por Guilherme Montanari | do SacraMusic

Nestes dias, estava conversando sobre a Música Católica com uma amiga e alguns questionamentos começaram a surgir. Onde está a música católica hoje? SIM essa pergunta é tão ampla quando contar os fios de cabelo de uma pessoa, mas ainda sim é possível entender com clareza todos os tópicos que aparecem junto com uma pergunta de tamanha vastidão. Veja bem o que quero compartilhar, nossa conversa era sobre cenário, o que está rolando, como está rolando, onde está rolando, o que há de novo, o que há de 'velho' entre outras questões... 

Em principio conversamos sobre o cenário, qual é a nossa realidade? E a primeira questão surgiu, o que está acontecendo em São Paulo? outrora um fervilhante centro da musica católica hoje se resume a poucos heróicos eventos que sobrevivem da sede de algum publico que deseja assistir boas apresentações musicais. São os Pontuais Summers (Summer Beats e Summer Nights), Paixão de Cristo em Interlagos, e eventuais eventos como BoteFé, Halelluya e afins. O que estou expondo é simples, onde estão os grandes eventos da Cidade de São Paulo, acabaram ou diminuíram tanto, como Hashirim, Som da Vida, Alegrai-vos, antes tão grandes e hoje extintos. 

EVANGELIZAÇÃO OU BANDA FAVORITA?

Cada vez mais os eventos estão em locais distantes, Fortaleza, Espírito Santo, Goiás, mesmo os 'Halléis' do interior de SP e Paraná perderam sua força. Sem contar que nós católicos nos recusamos a pagar eventos e ajudar nossos ministros enquanto nossos irmão evangélicos e protestantes enchem casas de shows como TomBrasil e CredCardHall. Poucas as bandas e ministros que conseguem público disposto a pagar por um evento, por que será que isso acontece? Evangelização paga? Não vejo dessa forma, visto que as pessoas que vão a esses eventos estão atrás de ver suas bandas favoritas e não de serem evangelizadas (mesmo que isso também ocorra), evangelização se dá fora da igreja, ou fora do AQUÁRIO como preferirem o termo. 

Então nesse ponto nos questionamos de novo, quem deve bancar a música católica? Vejo várias saídas para isso, eventos patrocinados como o Halleluya Fortaleza são uma boa resposta a essa pergunta, ou montagem de 'Turnês' com cidades vizinhas ou bairros vizinhos para diminuir os custos... Tantas outras possibilidades, vejam, eu não abri essa discussão para descobrirmos maneiras e sim para que possamos levantar um clamor, um clamor popular em todo o Brasil para a descentralização dos grandes eventos, a musica católica vem se profissionalizando, e com isso, se tornando a 'Musica católica de poucos' mas podemos mudar o curso do rio, podemos fazê-la chegar ao grande espaço que ela merece, trazer de volta os grandes Rebanhões, Halleis, Hashirins, e outros tantos que se perderam. 

A FORÇA DO MÚSICO CATÓLICO

Apenas uma saída para essa pergunta, está em nossas mãos, precisamos mostrar a todo mundo que a musica católica tem qualidade, que tem publico, que pode crescer, algumas gravadoras já enxergaram isso e estão abrindo 'Braços Católicos', algumas agências de eventos também estão investindo em turismo religioso, agora, cabe a nós e somente a nós MÚSICOS CATÓLICOS (seja de Paróquia, grupo de oração, bandas grandes ou não) que essa musica cresça, cobrando os organizadores a fazerem GRANDES EVENTOS! VAMOS RESSUSCITAR A MUSICA CATÓLICA em todos os RINCÕES do BRASIL! 

Nenhum comentário:

Grupos do Google
Participe do grupo MCC - Músicos Cristãos Católicos
E-mail:
Visitar este grupo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...