Pesquisa personalizada

#MCC - Calmaria - Alexandre Privato

#MCC - Diego Fernandes - Sigo o Leão da Tribo de Judá

MCC - Músicos Cristãos Católicos recomenda:

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Unção dos enfermos: entendendo melhor

Às vezes fico impressionado como ainda há desconhecimento no meio católico com relação a muitos temas de nossa fé. Ainda hoje há católicos que acham que se uma pessoa recebe a Unção dos Enfermos é porque vai morrer. Não sei se isto é falta de esclarecimento ou falta de interesse em saber o que é verdade e o que é mito sobre este Sacramento.

O Sacramento da Unção dos Enfermos é uma graça muito especial do Senhor para os seus filhos. Na verdade este Sacramento não é para quem está morrendo e sim para quem está correndo risco de morte. Não é um ritual onde o sacerdote encomenda a alma da pessoa, a Unção dos Enfermos é um Sacramento de cura, conforme a orientação de São Tiago:

“Alguém está enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes faram oração sobre ele, ungindo-o com óleo em Nome do Senhor. A oração de fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá. Se ele cometeu pecados, ser-lhe-ão perdoados.” São Tiago 5, 14-15

A providencia divina nos acompanha em todos os momentos de nossa vida. Desde o nascimento até o fim de nossa existência nesta terra, Deus preparou oportunidades de santificação e salvação. Os Sacramentos foram instituídos visando nossa salvação e a Unção dos Enfermos é muito especial e eficaz, pois visa a cura do corpo e da alma, e ainda perdoa os pecados.

Entendo que falta na maioria paróquias um trabalho voltado para os enfermos, não estou dizendo que este trabalho não existe, o que falta é a implantação deste em muitas das nossas comunidades. As pessoas ainda tem medo de chamar o sacerdote quando um parente fica gravemente doente ou necessita passar por uma cirurgia, pois pensam que ao fazer isso será o mesmo que condenar esta pessoa a morte. Mas é exatamente o contrário! Ao receber o Sacramento da Unção dos Enfermos a pessoa está sendo destinada a cura e a vida.
Deus não é o autor da enfermidade e nem da morte, estas duas existem por causa da fragilidade do homem, conforme nos ensina o livro da Sabedoria 1,13. Mais para frente o Livro da Sabedoria vai dizer também que a morte entrou no mundo por inveja do diabo. Deus cria a vida, e o diabo nos invejando por causa do carinho que Deus nos dispensa e invejando Deus pela sua grande glória, cria a morte. É impressionante como esse sujeito é desengonçado e trapalhão! Ele tenta imitar Deus, e nunca consegue, ele queria ser Deus, coitado! Uma comparação que faço é que Deus e o diabo são dois churrasqueiros, Deus vem e nos serve aquela picanha maravilhosa, bem temperada. O diabo não quer deixar por menos, mas vem e nos oferece carne moída. Será sempre assim, e é triste saber que tem muita gente comendo carne moída achando que é o melhor que se pode comer.

Agora, imagine se na sua paróquia existisse uma equipe que além de apenas levar a Sagrada Eucaristia aos enfermos em suas residências, se empenhassem também em levar estes esclarecimentos, que incentivassem as pessoas a entenderem e acolherem o Sacramento da Unção dos Enfermos? Se esta equipe realizasse encontros, palestras, missas voltadas para os nossos irmãos enfermos e seus familiares. E quem sabe neste momento o Senhor esteja lhe tocando e inspirando a começar este trabalho tão lindo em sua comunidade?
Engana-se quem pensa que este Sacramento foi inventado pela Igreja, Jesus já havia o instituído e enviava os discípulos a ministrá-lo:

“Eles então saíram para proclamar que o povo se convertesse. Expulsavam muitos demônios, ungiam com óleo muitos enfermos e os curavam.”
São Marcos 6, 12-13.

A Igreja, pela missão que recebeu do seu Esposo, apenas continua o trabalho começado por ele.
O projeto inicial de Deus para nós é e sempre foi de vida plena, sem doença, sem choro, sem morte. Infelizmente por causa de nossos pecados, constantemente este projeto é ameaçado pela violência, acidentes, doenças, etc. Geralmente pedimos saúde e paz em nossas orações. Mas, quando somos atingidos por um mal que pode nos levar a morte física e até mesmo a morte espiritual, o Sacramento da Unção dos Enfermos “entra em cena” para nos auxiliar neste momento. Deus sabe de nossas dificuldades e providenciou meios de cura e salvação além da fé. Até porque é impossível receber este sacramento sem fé. O único impedimento para se receber este Sacramento é no caso da pessoa ser perseverante publica e abertamente no pecado. Tanto que até mesmo uma pessoa não católica pode receber este Sacramento, claro que neste caso ela não vai receber a Sagrada Comunhão, mas, é possível ministrar o Sacramento também, por exemplo, a um enfermo de confissão protestante. Alguém pode dizer que estou dizendo para se ter fé no Sacramento e não em Deus. Mas isso é uma tremenda ignorância, pois todo Sacramento é a Presença Real de Deus materializada. No Batismo, Deus nos assume como filhos e concede a condição de herdeiros, no Matrimonio, Deus materializa sua presença através da comunhão e da intenção do casal. No Sacramento da Unção dos Enfermos é a mesma coisa! Todo Sacramento contêm Deus, ou seja, em todo Sacramento, Deus é e está verdadeiramente. Não preciso nem falar da Eucaristia não é?

Vejamos quem pode receber o Sacramento da Unção dos Enfermos:

• Os fiéis que adoecem gravemente por enfermidade ou velhice
• Os fiéis que serão submetidos a uma operação cirúrgica sempre que uma doença seja a causa da intervenção.
• As pessoas de idade, cujas forças se encontrem sensivelmente debilitadas, mesmo que não se trate de grave enfermidade.
• As crianças que tenham atingido tal uso da razão que possam encontrar conforto no Sacramento.
• Os doentes privados dos sentidos ou do uso da razão, desde que se possa crer que provavelmente a pediriam, se estivessem em pleno uso das faculdades.
• Sob condição. Os fiéis de cuja morte se tem dúvida.
Vejamos também os efeitos que a graça deste Sacramento nos confere:
• A união do doente com a paixão de Cristo, para seu bem e o bem de toda Igreja.
• O reconforto, a paz e a coragem para suportar de forma verdadeiramente cristã os sofrimentos da doença ou da velhice.
• O perdão dos pecados, se o doente não puder obtê-lo pelo Sacramento da Reconciliação.
• O restabelecimento da saúde, se isto convier a salvação espiritual.
• A preparação para a passagem à vida eterna.

Portanto, tenhamos a confiança de que se Deus é o Deus da vida, os Sacramentos por ele instituídos também o são.

Se por acaso, de acordo com a sabedoria de Deus a pessoa que for ungida por este Sacramento vier a falecer, a nossa certeza é de que ela estará apta a receber sua herança e contemplar Deus face a face!

Precisamos incentivar as pessoas a compreender e querer receber este Sacramento tão valioso. Talvez você tenha um parente em condições de perigo de morte e até agora não tinha se dado conta de que a Igreja tem também uma graça especial para as pessoas que se encontram nesta situação. Talvez um de seus avós, pais, tios, vizinhos estejam necessitando receber a Unção dos Enfermos e até agora não apareceu ninguém para oferecer isso a ela. Talvez esta seja a sua missão neste dia. Levar a cura e a Salvação para a vida de uma pessoa.

Por ser um Sacramento que só pode ser ministrado por um Sacerdote, converse hoje com seu pároco. Se a pessoa é jovem e está doente ou precisará passar por uma cirurgia, converse com o padre, peça para ele fazer uma visita a essa pessoa. Ele mesmo irá avaliar e concluir se esta pessoa realmente necessita receber o Sacramento. Talvez esta pessoa já tenha recebido a Unção em algum momento da vida, mas com o tempo ficou doente de novo, essa pessoa pode receber o Sacramento novamente.

Quantas pessoas já morreram sem ao menos saber a verdade sobre a Unção dos Enfermos? Quantos de nossos irmãos não são ungidos porque a família o privou disso por medo da pessoa morrer?
Hoje você conhece um pouco melhor sobre este magnífico Sacramento, e hoje você é um pouco mais responsável pela salvação dos nossos irmãos enfermos.

Lúcio Marciano - lucio_marciano@yahoo.com.br
autor do blog Cotidiano Espiritual 


MCC Produções - 100% católica

Nenhum comentário:

Grupos do Google
Participe do grupo MCC - Músicos Cristãos Católicos
E-mail:
Visitar este grupo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...