Pesquisa personalizada

#MCC - Calmaria - Alexandre Privato

#MCC - Diego Fernandes - Sigo o Leão da Tribo de Judá

MCC - Músicos Cristãos Católicos recomenda:

domingo, 3 de outubro de 2010

Palavras do Pe. George - Seja de Cristo e serás espelho para o outro

Quem é de Cristo faz os outros também serem. Ide e fazei discípulos todas as nações

Querido paroquiano, a paz esteja com você e em seu lar. O mês de outubro é muito esperado tanto por adultos, que celebram a Mãe do céu morena – Nossa Senhora Aparecida -, como também por crianças, que esperam ganhar doces e um especial carinho também no dia 12. Os devotos podem fazer suas preces e novenas para grandes santos, Santa Terezinha do Menino Jesus (01/10), São Francisco de Assis (04/10), São Judas Tadeu (28/10) e a própria Senhora da Imaculada Conceição Aparecida (12/10).

Mas o que poucas pessoas sabem é que no dia 24 de outubro deste ano celebraremos o dia da manifestação do nosso batismo: Dia Mundial das Missões.

Todo bom cristão católico já seduziu para Cristo pelo menos uma pessoa. Ser um missionário não significa participar de uma pastoral própria para esse fim e sim, quer significar a vivência da força do nosso batismo, a manifestação de uma fé despertada pelo encontro pessoal com Jesus Vivo e Ressuscitado.

A cada dia que passa uma quantidade cada vez maior de pessoas, filhas Dele, vão se afastando do Amor do Pai, sendo engolidas e massacradas por um uso irresponsável ou solitário da sua própria existência. O mais doloroso é que esses irmãos que sobrevivem na miséria de seus atos, atrás de grades ou afundados na drogas ilícitas, enfermos em uma cama ou esquecidos pelo sistema comercial aonde quem têm é que pode mais, ainda podem ser resgatados, mas falta quem os resgate. A infeliz tendência é esquecê-los, não encherga-los, apesar de estarem tão próximos á nós.

Neste mês que se inicia com a festa desta grande doutora e padroeira das missões, Santa Terezinha, precisamos recordar e permitir que seja renovado o nosso primeiro encontro com Jesus, aquela experiência ímpar e profunda que fizemos de Jesus Ressuscitado, para que, então, tenhamos a coragem necessária de vencermos o medo de testemunhar e anunciar a Vida encontrada por nós ao lado de Deus.

Caríssimo, o método não é difícil e nós já o conhecemos muito bem: é o mesmo que Jesus usou conosco. Ele se aproximou, perguntou o que precisávamos, nos escutou com atenção e nos deu a Sua ajuda! Isso é amar, é evangelizar! Difícil? Tenho a absoluta certeza que você que lê estas linhas já enfrentou situações bem maiores que esta. Talvez pelo fato da pedagogia de Jesus ser tão simples é que ela não é tão valorizada ou entendida. A simplicidade muitas vezes nos confunde. Mas esse é o perfil de Deus. Todos seus maiores e especiais feitos possuem a marca da simplicidade. Reflita sobre isso e você entenderá o que esse padre quer te dizer.

Se faz urgente, depois dessa leitura se possível, deixar Deus transformar a sua idéia de missionário, o que você compreendia por essa palavra, e a partir desta graça, ir transformar o mundo em nome Dele. È simples: se aproximar, escutar com interesse e oferecer a vida de Jesus. Até uma criança pode ser educada neste modelo.

Concordo com você se me disser que este é um novo jeito de ser missionário, sem aquelas preocupações todas em relação à vida sacramental e doutrinal da pessoa. Regularizar sua vida religiosa é uma conseqüência do encontro com o Amigo de todos os momentos, com o Mestre da Vida, com o Salvador Jesus. Primeiro você se descobre amado e ama, acontece a conversão, depois faz algo por esse amor, passa a construir o Reino Dele, e não vice e versa.

Independente qual seja sua posição na Igreja, precisamos arrancar do ter, do poder e do prazer a adoração que somente o Senhor merece! E quem é batizado, quem é católico de fato, entende isso e escuta esse chamado de Deus: ser sempre um discípulo e missionário de Jesus Cristo, anunciando com a vida a maravilhosa Vida encontrada ao Seu lado e aprofundada na participação da comunidade-igreja com suas devoções e momentos de oração, principalmente a Eucaristia.

Que Santo Antônio de Pádua, conhecido como “martelo dos hereges” interceda junto ao Senhor por você e por mim, afim te deixarmos, como Maria Santíssima deixou, o Divino Espírito Santo reorientar a nossa vida. Não esqueça o que Jesus disse: “eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (MT 28, 20)

Um afetuoso abraço deste que sempre estará rezando por você,

Padre George - Administrador Paroquial

Nenhum comentário:

Grupos do Google
Participe do grupo MCC - Músicos Cristãos Católicos
E-mail:
Visitar este grupo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...