Pesquisa personalizada

#MCC - Calmaria - Alexandre Privato

#MCC - Diego Fernandes - Sigo o Leão da Tribo de Judá

MCC - Músicos Cristãos Católicos recomenda:

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Evento resgata a tradição polonesa em Irati


Neste sábado, a comunidade de descendentes de poloneses de Irati estará reunida para a celebração de uma missa especial na igreja matriz de São Miguel, às 15h, presidida pelo padre Zbigniew Minta, polonês que está em Curitiba há aproximadamente três anos. A missa será rezada totalmente em polonês, com liturgia e cantos em louvor a Nossa Senhora de Czestochowa, venerada como a rainha da Polônia, cujo dia foi comemorado na última quarta-feira.

O padre é cantor e ex-dançarino de grupo folclórico polonês. Depois da celebração, o padre falará em português sobre seu país de origem, religiosidade, cultura e imigração polonesa no Brasil. Um quadro com a imagem de Nossa Senhora de Czestochowa, vindo da Polônia, está em lugar de destaque na igreja.

O evento será em louvor à santa e também para comemorar os 140 anos da imigração polonesa no Brasil. Entre 1986 e 2006, quando o Centro de Tradições Polonesas 3 de Maio estava em funcionamento, tais eventos eram mais comuns em Irati. De acordo coma descendente de poloneses Genoveva Zaviliski, a ideia de promover a missa veio de um grupo de alunos da língua polonesa, que devido à religiosidade do povo polonês, gostariam de aprender a liturgia católica na língua de seus antepassados.

Na tentativa de manter viva as tradições, Genoveva, que é radialista, gravou um CD com 32 faixas, com orações e cantos poloneses para uso didático. "Eu falo bem devagar, para que as pessoas possam entender o que está sendo dito. São orações, cantos e partes da liturgia católica", contou. A descendente se orgulha porque o CD já foi levado para várias cidades. "E até mesmo para a Polônia", comemorou.

Uma das esperanças de Genoveva com relação à cultura polonesa em Irati é ver resgatado o Centro de Tradições Polonesas. "Nós temos CNPJ e fomos reconhecidos como serviço de utilidade pública. Mas carecemos de uma diretoria competente, que queira assumir e organizar todos os departamentos. Nós temos conjuntos de trajes para apresentações, mas não temos quem coordene isso", lamentou.

IMIGRAÇÃO

Conforme Genoveva, que faz parte da terceira geração da família Zaviliski no Brasil, as primeiras 16 famílias polonesas chegaram ao país em 1869. "Elas foram levadas para Brusque (SC). Como os alemães já haviam chegado lá, houve conflito entre os povos. Então, os poloneses foram para a região de Curitiba e depois para o interior do Estado".



Nenhum comentário:

Grupos do Google
Participe do grupo MCC - Músicos Cristãos Católicos
E-mail:
Visitar este grupo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...